A notícia é polêmica e já repercute nas redes sociais. Pesquisadores da Universidade de Cambridge entrevistaram casais de 16 a 64 anos para saber quantas vezes por semana as pessoas têm relações sexuais. A conclusão é ‘alarmante’. O resultado é de que, em 2030, a tendência é que os casais fiquem sem sexo. É isso mesmo!!!
Para o professor e estatístico David Spiegelhalter, responsável pela pesquisa britânica, o resultado tem a ver com o tempo que passamos conectados. “Uma das causas de uma baixa libido são as séries que muitas vezes assistimos sem parar durante horas e horas. Por isso, constantemente trocamos nossos parceiros pelo novo episódio de ‘Game of Thrones’ ou ‘Stranger Things’ e ficamos sem sexo ’”, afirmou o pesquisador em entrevista à revista Cosmopolitan.
Para dar andamento ao estudo, ele contou que foram realizadas entrevistas com casais entre 16 e 64 anos, que responderam quantas vezes fazem sexo por mês. As respostas, comparadas ao que já havia sido apurado no passado, surpreenderam.
A média, em 1990, foi de cinco vezes ao mês. Em 2000, o número caiu para quatro. Dez anos depois, os casais provaram que já estavam se relacionando menos, quando o número diminuiu para três. Com isso, até 2030, na visão do pesquisador, ninguém mais “perderá tempo” fazendo sexo.

COMO LUTAR CONTRA ESSES FATOS ?

Para os especialistas, a solução é simples. Enquanto muitos se ocupam com as redes sociais, séries, filmes e programas de TV, é importante saber a hora de se desligar de tudo e voltar às origens, afinal ninguém nasceu grudado com o celular.
Experimente desligar o aparelho por pelo menos uma hora. Longe do estresse e das cobranças de pessoas de fora, você se concentrará no momento de intimidade, não ficará sem sexo e descobrirá que sentir o toque do parceiro sem se preocupar com as mensagens que estão chegando pode ser incrível e até diminuir o estresse.