Home / DESTAQUE / Elevador de delegacia quebrado faz advogado cadeirante subir escada engatinhando

Elevador de delegacia quebrado faz advogado cadeirante subir escada engatinhando

O fato ocorreu na tarde desta terça-feira (15) e o advogado contou que teve a ajuda de seu cliente e também de quatro policiais para subir a escada.
Elevador de delegacia quebrado faz advogado cadeirante subir escada engatinhando

O elevador do Complexo de Delegacias do bairro Sobradinho em Feira de Santana, que está quebrado, fez com que o advogado João Santos do município de Tucano, que é cadeirante, subisse as escadas engatinhando para conseguir chegar ao primeiro andar.

O fato ocorreu na tarde desta terça-feira (15) e o advogado contou que teve a ajuda de seu cliente e também de quatro policiais para subir a escada. Segundo ele, a informação era que o equipamento não estava funcionando e não há previsão de conserto. Ele declarou ainda que foi bem tratado pelos policiais e que eles foram sensíveis a situação, mas o governo do estado deixa a desejar no quesito acessibilidade em locais como órgãos públicos e calçadas

“Não dá acessibilidade. Não só a mim como para outros deficientes, idosos, gestantes e a população que precisa transitar com segurança. Em alguns locais que eu residi como Tucano e Ribeira do Pombal eu tive que entrar com um processo judicial para que fossem feitas adequações de acessibilidade”, afirmou.

João Santos revelou que essas dificuldades não o desanimam de continuar o trabalho. Mas, as pessoas precisam ter o direito de ir e vir com tranquilidade.

Sobre a situação do elevador quebrado, o delegado conversou com o advogado e pediu que ele fizesse um registro com o responsável legal da Secretaria de Segurança Pública para que a situação não se repita com ele e não aconteça com outras pessoas.

Veja Também

Ilhéus: adolescente é estuprada por jovens ao pedir ajuda

Uma adolescente de 15 anos afirma ter sido vítima de um estupro coletivo no município ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *