Home / Acidente / Jovem fica preso em carro com corpos por dois dias após acidente

Jovem fica preso em carro com corpos por dois dias após acidente

Ele conseguiu se soltar das ferragens e voltar até rodovia para pedir ajuda. Bombeiros encontraram dois corpos em decomposição dentro do veículo.
Jovem ficou dois dias presos no carro após o acidente (Foto: Divulgação)

Jovem ficou dois dias presos no carro após o acidente (Foto: Divulgação)

O jovem Mateus Lopes Siqueira, de 18 anos, sobreviveu após ficar dois dias preso em um carro que caiu de uma ribanceira na TO-335, em Colinas do Tocantins. Ele estava nas ferragens desde domingo, junto com outras duas pessoas que morreram no acidente. O rapaz conseguiu se arrastar até a rodovia e pedir ajuda na manhã desta quarta-feira (31).

O Corpo de Bombeiros informou os corpos já estavam em decomposição quando foram retirados do veículo. Equipes de emergência foram chamadas no domingo (28) para atender a um acidente que teria acontecido na mesma região, mas não conseguiram encontrar nada. Como a pessoa que fez a ligação não ficou no local, todos acharam que fosse trote. O barranco onde o carro estava tem cerca de 100 metros.

Jovem sobreviveu após ficar dois dias preso em carro acidentado (Foto: Reprodução/Facebook)

Jovem sobreviveu após ficar dois dias preso em carro acidentado (Foto: Reprodução/Facebook)

Dentro do carro foi encontrada uma arma. A informação da Polícia Civil de Colinas é que duas das vítimas tinham várias passagens pela polícia por roubo e a outra respondia por uma agressão contra uma mulher. A arma foi apresentada para a perícia.

Os corpos encontrados no carro foram identificados como Jonathan Lima Dourado, de 20 anos e Elismar Brasilio de Siqueira, de 40 anos. A arma estava com Jonathan. Mateus estava consciente, mas desorientado e desnutrido, ele foi levado para o Hospital Municipal de Colinas.

Veja Também

Camaçari: Jovem suspeito de estuprar menina de 11 anos já havia cometido crime parecido

Um jovem de 17 anos, suspeito de estuprar e matar Milena Alves, de 10 anos, já ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *