Home / DESTAQUE / Jovens são suspeitos de dopar e estuprar adolescente

Jovens são suspeitos de dopar e estuprar adolescente

Investigação do caso deve ficar a cargo da Delegacia para o Adolescente Infrator, em Brotas

Jovens são suspeitos de dopar e estuprar adolescente
Três adolescentes, de 12, 14 e 15 anos, são suspeitos de dopar e estuprar uma adolescente de 13, na noite da segunda-feira, 22, no Alto de Ondina, – próximo ao Jardim Zoológico – em Salvador. A menina foi encontrada por populares, às 11h50, caída na praça do bairro, na rua Corte Grande, desacordada e despida.

 

“Ela estava babando, espumando. Com certeza, eles não deram só bebida a ela, colocaram alguma droga”, avaliou uma moradora do bairro, sob anonimato.

Segundo ela, a vítima e os suspeitos se conhecem desde crianças, inclusive, em 2017, estudaram na mesma escola.

 

Um morador relatou que os adolescentes atraíram a garota com a desculpa de que comemorariam o aniversário de um deles. “Ela estava na rua, próximo de casa. Era umas 8h [noite]. Eles fizeram isso de propósito, planejaram. Ela jamais poderia imaginar uma coisa dessa”, analisou o rapaz.

 

A menina foi levada por familiares ao Hospital Geral do Estado (HGE), na Vasco da Gama, e, até a tarde desta terça, 23, seguia internada. Seu estado de saúde não foi informado.

 

Busca por indícios

 

“Infelizmente, não podemos mudar a mente dos adolescentes de hoje. Ficamos sabendo que eles chamaram outro rapaz para participar, mas ele não foi. Ainda chamaram alguns vizinhos para vê-la sendo abusada”, contou a mulher.

 

Após o crime, um grupo de moradores fez buscas na praça para tentar localizar as roupas da menina e algum indício que pudesse ajudar nas investigações, mas só encontraram o sutiã.

 

De acordo com ela, os pais da adolescente trabalham à noite e ela costuma ficar em casa com os outros irmãos. “A família dela mora na mesma rua, todo mundo perto. Quando os pais vão trabalhar, os parentes ficam tomando conta”, completou a senhora.

 

A reportagem  entrou em contato com a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI) para saber se o caso havia sido registrado na unidade e quais providências haviam sido tomadas. No entanto, não obteve resposta.

FONTE: A Tarde online

Veja Também

Vídeo: ato de rodoviários gera confusão em garagem de amarelinhos

Permissionários dos micro-ônibus amarelinhos e funcionários das cooperativas se desentenderam com integrantes do Sindicato dos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *