Home / DESTAQUE / Livro infantil com famílias homoafetivas causa polêmica na Croácia

Livro infantil com famílias homoafetivas causa polêmica na Croácia

Grupos conservadores pedem proibição nas escolas: ‘propaganda homossexual’

O “My Rainbow Family” tem entre os personagens um menino com duas mães – My Raibow Family

ZAGREB — Um livro infantil se tornou alvo de organizações conservadoras na Croácia. Trata-se do “My Rainbow Family”, que à primeira vista se parece como uma obra qualquer, com ilustrações coloridas e poucos textos, mas tem suas peculiaridades. A primeira é que pode ser lido de trás para a frente, com duas histórias diferentes. E tem personagens pouco usuais em livros para essa faixa etária: uma menina com dois pais e um menino com duas mães.

Na casa da croata Zrinka Znidarcic, o “My Rainbow Family” se tornou um dos livros preferidos do pequeno Patrik, de dois anos.

— Sua reação foi de completa alegria. Ele olhou e disse imediatamente: isso é familiar — contou Zrinka, em entrevista à BBC.

É a primeira obra infantil a refletir a realidade de milhares de casais homoafetivos croatas que, como Zrinka, ainda são impedidos de se casarem, mas podem celebrar uniões civis.

— Nós estamos muito felizes — disse Zrinka. — Patrik escolhe os seus livros para a história de ninar. Desde que ganhou este, ele é sempre um dos seus favoritos. Nós não explicamos nada, ele apenas vê e diz: “eu quero ler um livro sobre mim, sobre a minha família”.

Mas o motivo de alegria na casa de Zrinka se tornou alvo de grupos conservadores apoiados pela Igreja Católica. Há cinco anos, eles forçaram um referendo que bloqueou os planos de governo de legalizar o casamento gay. Agora, o alvo é o “My Rainbow Family”.

Para a Vigilare, uma dessas organizações que têm como missão “promover a identidade original do casamento entre homem e mulher”, o livro é uma “propaganda homossexual”. Por isso, emitiram uma carta aberta ao Ministério da Educação, exigindo que o “My Rainbow Family” seja proibido nas escolas.

Para Senada Selo-Sabic, do Instituto para o Desenvolvimento e Relações Internacionais de Zagreb, a oposição ao livro infantil é apenas um sintoma do ressurgimento de forças conservadoras na Croácia desde que o país se juntou à União Europeia, há cinco anos.

— A Croácia cometeu um erro durante o processo de entrada na União Europeia — comentou a especialista. — Nós silenciamos e marginalizamos todos aqueles que não concordavam com este caminho. Os partidos políticos criaram a imagem de uma Croácia muito liberal, progressista e igualitária. Mas na realidade, era apenas um lado da história.

E uma menina com dois pais – My Raibow Family

Agora, o país enfrenta o crescimento do nacionalismo extremista e até mesmo da negação do Holocausto. Uma placa com dizeres fascistas foi instalada perto do campo de concentração Jasenovac, da Segunda Guerra Mundial, onde ficou por quase um ano até ser removida pelas autoridades.

 

— Espero que a agitação do conservadorismo que vemos seja simplesmente uma reação ao período de silêncio ao qual foi sujeitado. E que isso vai acabar no futuro — disse Senada. — Caso contrário, estamos realmente condenados.

Já os editores do “My Rainbow Family” preferem ser mais otimistas, dizendo que as respostas positivas ao livro não se limitaram aos grupos de minorias.

— Quando fizemos o livro pela primeira vez, imprimimos apenas 500 cópias, porque pensamos que seria apenas para nós, nossos amigos e apoiadores. Mas desde que a história veio a público, tivemos muitos pais dizendo: “nós não somos LGBT, mas realmente queremos uma cópia para que possamos mostrar aos nossos filhos e discutir temas de igualdade, tolerância e diversidade” — disse Daniel Martinovic, cofundador do grupo de apoio Famílias Arco-Íris. — Talvez isso nos dê a esperança de mudança, para uma sociedade mais tolerante.

Veja Também

Vídeo: ato de rodoviários gera confusão em garagem de amarelinhos

Permissionários dos micro-ônibus amarelinhos e funcionários das cooperativas se desentenderam com integrantes do Sindicato dos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *